Reforma Administrativa favorece apadrinhamentos e corrupção

A luta contra a reforma administrativa segue a todo vapor mesmo no recesso parlamentar. O SINDSEP-MG, juntamente com a Condsef/Fenadsef e demais entidades filiadas,  está engajado nesta luta, denunciando, também pelas redes sociais, os prejuízos que a PEC causará ao país e desmontando argumentos que atacam o funcionalismo. A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 32 apresentada pelo governo Bolsonaro reúne uma série de mudanças que, em seu conjunto, configura o desmonte do serviço público, a fragiliza o papel do servidor e abre caminho para a corrupção.

A reforma administrativa não vai resultar em economia; servirá para favorecer a terceirização do serviço público, beneficiando políticos donos de empresas terceirizadas, nepotismo cruzado, apadrinhamento político e esquemas de corrupção.

A proposta é tão – se não mais – perversa quanto foi a reforma da previdência e a reforma trabalhista, todas elas são ataques diretos à classe trabalhadora. Devemos lutar agora contra a PEC 32 para que não seja aprovada.

A reforma tira a estabilidade do servidor e abre caminho para apadrinhamento político em cargos públicos, o que pode facilitar a corrupção e ainda deixa a população sem um bom atendimento. Precisamos de pessoas capacitadas trabalhando nos hospitais, nas escolas e na segurança pública. A reforma administrativa irá colocar apadrinhados, sem capacitação e que vai ser prejudicada é a população.

O servidor público concursado e com estabilidade no cargo é a pedra no sapato do corrupto. Não é à toa a PEC 32 de Bolsonaro/Guedes propõe acabar com a estabilidade e com concurso público.

A estabilidade é inegociável! Trata-se de uma proteção para o Estado e consequentemente para o povo. O período de experiência só existe também para beneficiar e facilitar investidas criminosas de políticos corruptos. Servidor (a), mobilize-se! Diga não à reforma administrativa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + 7 =