Servidores vão discutir greve geral contra a reforma administrativa

O Movimento em Defesa do Serviço Público, formado por diversas entidades sindicais, discutirá nos próximos dias 29 e 30 a possibilidade de uma greve geral em todo o país contra a reforma administrativa (PEC 32/20). O debate sobre uma paralisação unificada envolvendo servidores municipais, estaduais e da União já está tomando o debate entre as categorias.

A proposta desmonta a administração pública: cria novas formas de ingresso no serviço público e extingue a garantia de estabilidade para futuros servidores — exceto as carreiras de Estado, que ainda serão definidas por lei específica.

Para Rogério Expedito, diretor da Condsef/Fenadsef e do SINDSEP- MG e também integrante do Movimento e do Fonasefe, a mobilização é contra o fim da estabilidade, mas também em protesto contra outras medidas previstas na PEC 32. “Há elementos no projeto que acabam com o serviço publico. O texto permite financiamento privado na saúde e educação, mas que devem ser garantidas pelo Estado.

Seminário sobre a PEC 32/20 – Reforma Administrativa – em Minas Gerais

A Comissão Especial da Câmara dos Deputados que analisa a PEC 32/20 (Reforma Administrativa) realizará seminário oficial em Minas Gerais para debater os impactos da referida proposta no serviço público estadual, municipal e federal. O SINDSEP-MG participará da primeira reunião preparatória para a audiência que será realizada hoje, dia 15/07, às 17 horas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × um =