Núcleo Regional Sul de Minas se une a outras entidades na luta contra a reforma administrativa

A Coordenação do Núcleo Regional Sul de Minas deu um passo importante para a execução das estratégias de luta contra a PEC 32/20, da reforma administrativa e em defesa do serviço público, definidas na reunião do Pleno, no último dia 09/07.

No dia 12/07, a Coordenação do Núcleo Regional Sul de Minas, juntamente com representantes de entidades sindicais como, CUT, SINPRO, Sinttel, Rodoviários, Sindicato dos Profissionais da Educação da Rede Municipal de Ensino de Pouso Alegre e Região (SINPROMAG) e Sindicato dos Servidores Públicos municipais de Varginha, se reuniu com a presidente da Câmara Municipal de Varginha, a vereadora Zilma Maria Silva, para solicitar a realização de uma audiência pública na cidade para debater as consequências da reforma administrativa que representa o fim dos serviços públicos gratuito para a população.

Tendo em vista o recesso parlamentar que começa nesta semana, a vereadora se comprometeu a conversar com os demais vereadores e também com o deputado federal da região para agendarem a referida audiência pública para a volta do recesso parlamentar, em agosto.

Plano de Lutas

A solicitação de audiência pública para debater a PEC 32/20 da reforma administrativa é uma das ações do Plano de Lutas definidas durante a reunião do Pleno Sul de Minas, no último dia 09/07. As ações incluem ainda a realização de audiências públicas nas principais cidades da região, além de atividades conjuntas com outras entidades representativas dos servidores públicos, com o objetivo de alertar a população sobre os prejuízos da PEC 32/20 e sobre a necessidade de pressão sobre os parlamentares (deputados federais) para que votem contra essa proposta que, se aprovada, representará o fim dos serviços públicos para a população.

A próxima atividade definida pelo Pleno Sul de Minas é a realização de uma reunião, no próximo dia 15/07 (5ª feira), às 16h, com entidades sindicais públicas do Sul de Minas e representantes das Centrais para deliberar sobre as estratégias de luta contra a reforma administrativa e em defesa dos serviços públicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − 12 =