Avaliação de desempenho prorrogada. Mas não deixe para fazer de última hora

O governo federal prorrogou a data limite para a realização da avaliação de desempenho. Importante que os servidores federais ativos que não foram avaliados até 31 de maio e não estavam afastados há mais de 122 dias entrem em contato com o departamento de Recursos Humanos (RH) dos seus órgãos de origem para saber as datas limites, que variam de acordo com o órgão, bem como os procedimentos que devem ser tomados. O mais importante é não deixar para a última hora.

Os servidores do Ministério da Saúde, por exemplo, terão até o dia 25 de junho para regularizar a sua situação.

Ao seu RH, o servidor deve requerer a avaliação de desempenho manual e anexar uma justificativa (ofício, declaração etc) juntamente com o formulário da avaliação. O documento deve ser preenchido, assinado, carimbado pela chefia e enviado à seção de Gestão de Pessoas do seu órgão, que irá analisar cada caso. Isso vale também aos servidores cedidos.

Essa avaliação é referente ao 11º ciclo, que teve início no dia 1º de julho de 2020. Nesta etapa, o servidor avalia a si mesmo, a chefia e os colegas. Verifique com a chefia imediata se o plano de trabalho está atualizado conforme pactuação das metas. Como já houve essa prorrogação, é possível que não haja mais. Sendo assim, o servidor ficará sem o pagamento das gratificações.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − 7 =