Ebserh: Mediação no Tribunal Superior do Trabalho (TST) é frustrada e trabalhadores mantém a greve

No dia 12/05, o Tribunal Superior do Trabalho (TST) convocou uma reunião de mediação, com a comissão de trabalhadores, entidades representativas e empresa. A Ebserh informou que enviou três propostas a Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais do Ministério da Economia (Sest). Em todas há alteração do indexador do cálculo de insalubridade dos trabalhadores. As entidades representativas dos empregados informaram ao TST não ter autorização dos trabalhadores para negociar proposta que mexa nesse item. A Ebserh protocolou dissídio de greve. Nenhuma proposta de reajuste salarial também foi apresentada.
Diante de mais esse impasse, a greve está mantida nas unidades da Ebserh, em Minas Gerais (Belo Horizonte, Juiz de Fora, Uberaba e Uberlândia) e em outros 17 estados.
Hoje, pela manhã, o Delegado Sindical, Lucas Mota, juntamente com os diretores do SINDSEP-MG, José de Arimatéia e Virgínia Fortini repassam os informes aos (às) trabalhadores (as) do Hospital das Clínicas de Belo Horioznte (HC-UFMG) sobre a reunião de mediação realizada no Tribunal Superior do Trabalho (TST), no dia 12/05, e reafirmam a manutenção da greve e importância da adesão dos (as) trabalhadores (as) ao movimento frente à intransigência da Ebserh.
É um absurdo a atitude da Ebserh, de retirar direitos dos trabalhadores em plena pandemia! A greve não é só por reajuste! É por dignidade e respeito para com aqueles que diariamente, arriscam suas vidas para salvar milhares de vidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um + oito =