ALERTA: Apesar de recuo de parlamentares, presidente do Senado quer aprovar reforma do serviço público em 2021

Apesar de haver um movimento no Congresso Nacional para que, neste momento, sejam priorizadas as pautas relativas ao combate à pandemia do novo coronavírus, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), deixou claro o objetivo de dar atenção à reforma administrativa (PEC 32) — e também à tributária — assim que passar essa fase.

“Salvar vidas, essa é a prioridade absoluta. Mas logo na sequência nós precisamos tratar de reforma administrativa, de reforma tributária. Na verdade, tratar nós já trataremos, mas nós vamos ter que aprovar ao longo deste ano”, disse Pacheco em entrevista coletiva logo após reunião com o presidente Jair Bolsonaro.

A PEC 32 está na CCJ da Câmara e o relator, deputado Darci de Matos (PSD-SC), já anunciou que seu parecer só deve ser concluído no fim de abril. Segundo ele, antes de finalizá-lo, a matéria será amplamente discutida com as entidades representativas do serviço público e especialistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − onze =