No Dia de luta do Funcionalismo servidores públicos protestam contra a reforma administrativa e em defesa de vacina para todos

O Dia de Luta do funcionalismo foi marcado por manifestações em todo o país. Em Belo Horizonte, uma carretada – que reuniu servidores de várias categorias – seguiu pelas principais ruas e avenidas da capital em defesa de vacina para todos, auxílio emergencial de R$600, contra os aumentos dos preços de produtos – como gás de cozinha, alimentos, combustíveis etc – e, principalmente, contra a Reforma Administrativa, que se aprovada, representará o desmonte dos serviços públicos para a população. Em Uberaba, houve manifestação em frente à Superintendência Regional de Saúde.

Em Brasília, foi realizado um ato em frente ao Ministério da Economia, seguido da entrega da pauta de reivindicações dos servidores públicos federais, ao ministro Paulo Guedes. A pauta dos servidores é extensa. O documento pede a reposição das perdas salariais acumuladas desde 2010 e do poder aquisitivo da categoria, que atualmente é 46,2% do que era no passado, segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + três =