Dia Nacional de Mobilização com pressão de parlamentares na internet

Acontece nesta quinta-feira (04 de março), em todo o Brasil, o Dia Nacional de Mobilização em defesa das estatais, do serviço público de qualidade e contra a reforma Administrativa.  A ideia é a de usar a internet para pressionar os senadores e deputados federais a rejeitarem as propostas de desmonte do estado brasileiro promovidas pelo governo Jair Bolsonaro e a apoiarem a vacinação ampla e irrestrita, a mudança na política de reajuste dos combustíveis, um auxílio emergencial suficiente à subsistência da população e a defesa dos empregos do povo trabalhador.

Em Belo Horizonte, a Central Única dos Trabalhadores, juntamente com outras entidades, estará realizando um ato no posto de combustível Rodike (Rua Niquelina, 546 – Santa Efigênia) subsidiando o preço da gasolina. O abastecimento, contudo estará limitado ao grupo de trabalhadores em aplicativos e entregadores.  

Os servidores públicos podem ingressar no site NA PRESSÃO e enviar mensagens para os parlamentares. O site é uma ferramenta que permite enviar e-mails ou contatar pelas redes sociais ou por telefone parlamentares, juízes, ministros ou qualquer outra autoridade ou representante do povo.

Atualmente, o site NA PRESÃO está com uma campanha contra a privatização das estatais, contra a PEC Emergencial, contra os cortes nos orçamentos da saúde e educação, pela garantia de vacina para todos imediatamente e pelo impeachment do presidente Jair Bolsonaro devido a infinidades de crimes contra o Brasil e os brasileiros que cometeu desde o início do seu governo.

Consultas públicas

Além de enviar mensagens pelo site NA PRESSÃO, os servidores podem participar de consultas públicas e dizerem não para o pacote de privatizações de dezenas de estatais anunciado pelo governo de Jair Bolsonaro, que irá impactar negativamente na vida de todos os brasileiros e brasileiras.

O Senado colocou no ar a consulta pública sobre a PEC 186, que prevê o congelamento dos salários de servidores públicos federais, estaduais e municipais, mesmo para repor a inflação, toda vez que as despesas obrigatórias da União atingirem 94% da despesa sujeita ao Teto de Gastos.

Para votar NÃO acesse https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaomateria?id=139702

Também tem a consulta da MP 1031 que promove a privatização da Eletrobras  e uma enquete contra a privatização dos correios na Câmara dos Deputados. Vamos acessar e dizer não ao desmonte do estado brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco + catorze =