Empregados (as) da Ebserh cobram respeito em Dia Nacional de Luta

Hoje, 1º de março, trabalhadores (as) da Ebserh, em todo o Brasil, estão se mobilizando pelo avanço no processo de negociações do Acordo Coletivo (ACT) 2020/2021, que se arrasta há mais de um ano. Não bastasse o impasse, a empresa em total falta de respeito para com seus trabalhadores acena com reajuste zero nas cláusulas econômicas, e ainda quer mudar a aplicação da regra para o grau de insalubridade dos empregados, o que pode reduzir salários em até 27%. É lamentável que, em meio a pandemia que já vitimou mais de 250 mil pessoas, a Ebserh queira impor a retirada de direitos aos (às) empregados (as) da Ebserh.

Nas unidades da Ebserh, em Juiz de Fora e Uberaba, houve manifestação em frente aos hospitais (HC-UFJF e HC-UFTM), sempre observando o protocolo de segurança. Em Belo Horizonte, a manifestação foi interna, mas faixas foram afixadas na portaria do Hospital das Clínicas (HC-UFMG).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze − catorze =