Aprovar a reforma administrativa é o mesmo que abrir as portas para a corrupção

I PEC DA RACHADINHA I

Não é à toa que a PEC 32/2020 tem sido chamada de PEC da rachadinha ou PEC dos guardiões de gabinete, em alusão a dois casos dantescos de esquemas criminosos, fundados sob a premissa do profissional terceirizado. Aliás, não nos faltam exemplos de como a terceirização abre a porta da corrupção. O fim do Regime Jurídico Único e as demais alterações propostas pela Reforma Administrativa promovem uma verdadeira volta ao passado, em tempos onde o patrimonialismo e a corrupção reinavam soberanos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − seis =